Procure nos arquivos do P29BR

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

P29BR 29er FAIR - Imagens da Bike Expo Brasil 2009

Último dia, melhores fotos.

O P29BR chegou ao último dia de feira munido de uma câmara profissional para registrar com mais qualidade e definição os principais detalhes das 29ers expostas nesta edição da Bike Expo Brasil.

Começando pelos lindos modelos da Specialized, muito bem apresentados por Daniel Aliperti aqui no P29BR.




Top tube da Stump 29



Rock Shox Reba SL.



Detalhe da tampa da caixa de direção e do guidão branco.



Seat tube ligeiramente curvado na Rockhopper.



Manetes de freio vermelhos contrastando com o preto do quadro.



A Giant, representada pela Ciclo Leiriense, apresentou um exemplar do modelo 29 1, muito bem montado, que inclusive já estava vendido para um felizardo lojista de Curitiba. A Giant 29 1 tem preço ao consumidor na casa dos 8 mil Reais.



Tubos hydroformados.



Interessante conjunto de equipamentos.



Cassette Shimano de 36 dentes.



Suspensão Fox com sistema de blocagem 15QR.



Aros especialmente desenvolvidos para a 29er da Giant.



Pelos lados da Kona, a Kahuna também impressionou pelo bom nível de peças, montadas numa bike que provavelmente terá um valor dos mais interessantes, o modelo disponível na feira era 2009 e difere apenas nas cores em relação ao 2010, mais sóbrio em tons metálicos. Não consegui o preço exato de venda ao consumidor, mas irei averiguar.



Detalhe do grafismo no top tube.



Componentes de qualidade, entre eles o câmbio SLX.



A Cannondale esteve tímida na feira em se tratando de 29ers, mostrou apenas o modelo 29er 4 que já é vendido nas lojas brasileiras. De qualquer forma, a marca promete também vir forte com as Rodas Grandes em 2010.



Head tube preparado para o garfo Lefty.



A novidade da Banshee veio direto da Interbike de Las Vegas, o modelo Paradox com uma montagem imponente e robusta cativou quem gosta de 29ers.



Pedivela Race Face Atlas anodizado com duas coroas.



Volumosos pneus WTB Stout.



Em detalhes as rodas VZAN Extreme Disc 29", qualidade, design e bom preço reunidos num só pacote.



Cubos com peso aliviado e rolamentos selados.



Para completar a coleção de belas imagens, fiquei devendo a Scott Sportster P4, modelo híbrido que seguramente fará a cabeça de muita gente que se interessa pelas Rodas Grandes, a versátil Sportster chega equipada com aros 700C e pneus com cravos.



Grafismo Scott de bom gosto, como sempre.



Até a próxima Bike Expo Brasil em 2010.

Keep 29eriding!

P29BR 29er FAIR - VZAN na Bike Expo Brasil 2009

VZAN - Terceiro Dia.

A VZAN se converteu rapidamente em uma das mais importantes e atualizadas empresas nacionais que produzem para o mercado de bicicletas. No concorrido stand da marca estavam expostas novidades relevantes, como rodas e quadros de carbono, além de novos cubos, só para citar algumas, tudo emoldurado por um design marcante. Os produtos da fábrica paranaense fariam bonito em qualquer lugar do planeta.

Alexandre Bortoloci, responsável pelo Marketing da VZAN, fala sobre a nova roda Extreme Disc 29", objeto de desejo dos proprietários de 29ers no Brasil, o esperado conjunto que chega em breve às lojas.


video

Keep 29eriding!

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

P29BR 29er FAIR - Scott na Bike Expo Brasil 2009

Scott - Segundo Dia.

Rapha Caliendo, gerente comercial da IGP que representa a Scott no Brasil, fala sobre a esperada Scale 29 que chegará em breve ao país e divulga também informações interessantes com respeito ao modelo urbano equipado com rodas 700C, a Sub 30, além mostrar um pouco da alta tecnologia empregada nas bikes top da marca campeã mundial de XC em 2009.


Outro ponto que chamou a atenção na feira e merece uma menção foi a extensa e moderna linha de roupas da Scott, com destaque para o exclusivo tecido Wind Vest, com o qual são produzidas peças corta-vento de comportamento único. Além de literalmente barrar a entrada de vento, o tecido ainda é bastante respirável e atua no sentido de evitar o aumento na temperatura corporal do ciclista, o que fatalmente prejudicaria o desempenho do atleta.


Uma máquina montada no stand permitia ao biker testar o Wind Vest e comparar o produto com o outro tipo mais comum de tecido corta-vento. Fiz o teste e de fato o tecido da Scott é uma barreira muito mais efetiva.

Keep 29eriding!

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

P29BR 29er FAIR - Specialized na Bike Expo Brasil 2009

Specialized - Segundo Dia.

No segundo dia de feira o P29BR se dedicou a entrevistar alguns dos personagens principais por trás das marcas que efetivamente já vestiram a camisa 29er no Brasil.

O primeiro é Daniel Aliperti, além de profundo conhecedor das bicicletas em geral, trata-se de um executivo que pedala, portanto com muito mais facilidade para absorver e compreender os movimentos que acontecem no cenário do mountain biking.


Um dos responsáveis pela operação da Proparts, representante Specialized e SRAM no Brasil, Dani demonstrou entusiasmo em relação ao crescimento do formato 29er e promete para 2010 pelo menos 3 modelos em faixas de preço distintas visando atingir um leque maior de bikers interessados nas Rodas Grandes, além disso, serão oferecidas também as principais peças de reposição.

video

Keep 29eriding!

terça-feira, 27 de outubro de 2009

P29BR 29er FAIR - Bike Expo Brasil 2009

Primeiro Dia.

A Bike Expo Brasil deixou as trilhas. Agora as atenções estão voltadas para o Centro de Convenções Frei Caneca próximo ao centro financeiro da metrópole paulistana. Neste ano são mais de 70 stands antecipando o que o mercado brasileiro irá oferecer ao consumidor final em 2010.

O P29BR aproveitou o primeiro dia de feira para fazer um levantamento das 29ers presentes ao evento. Dentre centenas de bicicletas, não foi surpresa constatar que o número de bikes equipadas com aros de 29 polegadas era pequeno, até pequeno demais. As empresas geridas por quem realmente pedala e que estão mais atentas ao que acontece nos grandes centros do mountain biking no exterior (diga-se EUA), são aquelas que efetivamente apostam no formato das Rodas Grandes. Inclusive "apostar" não é a melhor palavra uma vez que aposta é algo imprevisível e as 29ers já podem ser consideradas uma realidade que vem transformando a maneira de pedalar mundo afora.

Em meu tour pela Bike Expo Brasil 2009 encontrei apenas 6 exemplares de 29ers "puras" e não mais que outras 3 híbridas com rodas 700C que mereceriam menção. É fato também que algunas das principais marcas do cenário 29er que estarão presentes no mercado brasileiro em 2010 não estão na feira. A Niner que recém assinou o contrato de representação no Brasil e não teve tempo hábil para se juntar à feira, a Haro que trará o modelo Ally XC 29er de bom custo X benefício e a Saga, são as ausências mais sentidas, além, é claro, da Caloi.

Em contrapartida, dentre as marcas que participam da feira, a Specialized é uma das mais entusiasmadas com as Rodas Grandes.


Estão expostos dois modelos. A Stumpjumper Comp 29 ano 2010 com um quadro lindíssimo, remodelado em relação ao modelo 2009 testado pelo P29BR, segue as linhas da top de linha construída em carbono.


A Rockhopper 29er também será vendida por aqui. A um custo mais acessível, mas com o mesmo charme da prima rica, o biker com um menor budget ainda assim terá toda aura Spacialized à disposição para pedalar uma 29er de qualidade. Repare na cor dos manetes de freio.


A Ciclo Leiriense, distribuidora Giant para o Brasil, trouxe o modelo XTC 29 1.


Trata-se de uma bike interessante, um quadro "hydroformado" mesclando componentes de boa qualidade, com alguns equipamentos especiais como a suspensão Fox com sistema de blocagem 15QR e as rodas Giant desenvolvidas exclusivamente para essa 29er.


A Kona trouxe um modelo com potencial para competir com a Caloi Two Niner, falo da Kahuna 29 equipada com um Rock Shox Dart 3.


A Cannondale lamentou que os modelos 29er 2010 não chegaram à tempo para a feira, entretanto é outra marca que virá forte no próximo ano e aposta no crescimento do segmento de Rodas Grandes. Na feira está exposta Cannondale 29er 4, que já é vendida no Brasil por pouco menos de 4.000 Reais e conta com freios à disco hidráulicos Avid, pneus Continental e suspensão Dart 3.


Um surpresa para o P29BR foi encontrar a Banshee Paradox 29, uma 29er robusta montada com componentes de alto nível e uma alma freerider, uma bike interessante de se ver e provavelmente de se pedalar.


A Scott que terá a partir do primeiro semestre de 2010 um dos mais bonitos e aguardados modelos do mercado, a Scale 29, trouxe para a feira duas híbridas interessantes, a Sub 30, um modelo mais urbano equipado com rodas 700C e a Sportster P4 com pneus mais agressivos e um design bastante "Scott", ou seja, de muito bom gosto.


Keep 29eriding!

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

P29BR 29er FAIR - Bike Expo Brasil 2009

Demo Day

Aconteceu neste domingo, no Hotel Quality Serrazul, às margens da Rodovia dos Bandeirantes, o Demo Day, pontapé inicial da Bike Expo Brasil 2009. A feira exclusivamente de negócios reuniu lojistas de todo o Brasil, até da longínqua Rondônia haviam representantes. Estiveram presentes muitas das grandes marcas do segmento como Scott, Specialized, Kona, Merida, Schwinn. Outra que mostrou força foi a brasileiríssima VZAN. O P29BR, como não poderia deixar de ser, focou a cobertura no formato 29er.


Confirmando uma tendência iniciada no Interbike de Las Vegas, ao lado do aguardado grupo XX da SRAM, a procura pelas bikes de Rodas Grandes foi das maiores, a ponto de alguns dos lojistas com os quais conversei afirmarem que a real "novidade" do Demo Day eram efetivamente as 29ers disponíveis para test-drive. Entre elas dois destaques, ou melhor, um, a Saga que esteve extra-oficialmente representada em dois stands no da Shimano e no da Proparts.

A bike de testes mais disputada no stand da Shimano foi uma Saga Capuccino montada com o grupo XTR.


A Shimano Latin America, mostrando que vem forte para 2010, além dos tradicionais componentes equipou a bike com peças da marca própria PRO, mesa, guidão, canote e selim, sinônimo da qualidade na Europa.


As rodas Shimano WH-M75 29er são um caso à parte e em breve estarão sendo testadas aqui no P29BR.


A concorrente SRAM também não ficou atrás, em uma parceria da Proparts com Fabio Yoshimoto, ofereceu o modelo Limone montado com componentes SRAM, Rock Shox, Avid e Truvativ, um conjunto sem dúvida harmonioso, a bike verde com a Reba prata combinaram bem.


A VZAN impressionou positivamente, mostrando-se muito antenada ao mercado estendeu sua linha de produtos, oferecendo um bem construído quadro de carbono, disponível ainda apenas para rodas de 26 polegadas. Entretanto foi mesmo com as novas rodas da linha 2010 que a fábrica paranaense brilhou. O modelo Extreme Disc 29" tende a ser um dos grandes disseminadores e popularizadores das 29ers entre os bikers brasileiros. Com um grafismo muito interessante, a roda da VZAN faria bonito em qualquer trilha mundo afora. Os cubos tem um "quê" de American Classic e são produzidos com rolamentos selados importados do Japão. Os aros de apenas 28 furos trazem um perfil mais quadrado em relação aos modelos anteriores. Além de leves, a rodas devem custar menos de R$ 600 para o consumidor final! Durante a feira traremos mais imagens e detalhes técnicos. No decorrer do mês de novembro o P29BR receberá um par para os já tradicionais testes compreensivos do blog.


2010 promete muita novidade em produtos acessíveis para a comunidade 29er, inclusive no que diz respeito a pneus e garfos, trarei notícias diárias de tudo que rola na feira.

Keep 29eriding!

domingo, 25 de outubro de 2009

P29BR 29er PREVIEW - Saga Capuccino XTR

Um Capuccino light, por favor!

Atendendo a pedidos dos blog-leitores, o P29BR publica as fotos do modelo 29er da Saga que recentemente esteve sendo apresentado em Belo Horizonte.


A bike vestida completamente de Shimano XTR é o resultado de uma parceria entre Fabio Yoshimoto e a Shimano Latin America, que desde o ínicio apostou no projeto e dá suporte para o promissor framebuilder brasileiro.


Além da Shimano, também a PZ Racing está presente no modelo através do bonito guidão e do canote, ambos em fibra de carbono.


O quadro Capuccino já está sendo comercializado e custa interessantes R$ 650,00.

Keep 29eriding!

domingo, 18 de outubro de 2009

P29BR 29er TEST - Garfo de Carbono Niner

A tradução mais completa para a expressão "Tirar peso".

Não só alguns, mas muitos do bikers que atendo diariamente através do P29BR tem uma preocupação primordial quando se trata de montar uma 29er, o peso. A Niner - um celeiro de inovação em se falando de Rodas Grandes - atenta, entre outros, também a esse movimento, criou uma obra de arte em fibra de carbono, um garfo com linhas únicas e um peso impressionantemente baixo.


A fibra de carbono é um material que pode ser manipulado de maneira a produzir peças dos mais inusitados formatos, combinando leveza com uma resistência impar. A Niner desenvolveu um garfo integralmente em carbono, da espiga às canelas que apresentam um inédito perfil triangular, com bom espaço para escoamento de lama e uma interessante aparência aerodinâmica. A pintura é de extremo bom gosto, em dois tons, com partes vazadas onde se nota claramente a trama das fibras.

O garfo de carbono Niner tem 470mm medidos entre o eixo das rodas e a pista da caixa de direção (race crown). Instalado na bike de testes do P29BR, a Caloi Two Niner, em substituição ao Rock Shox Dart 3, elevou em 1 grau o ângulo da caixa de direção, levando o head angle ao que considero o número ideal para uma hardtail 29er de respostas mais rápidas, 72 graus. Atuando também a favor da manobrabilidade, o offset do garfo já se encontra dentro do moderno padrão para o aro 29, tem 45mm.


A palavra "offset" costuma estar sempre presente nos testes mais sérios que envolvem garfos específicos para 29ers. Se trata de uma variável que exerce influência fundamental sobre a medida do "trail", que por sua vez está diretamente ligado ao comportamento da bike.

O chamado "offset" ou "rake" nos garfos é traduzido pela distância perpendicular medida entre o eixo da caixa de direção e o eixo da roda dianteira (em amarelo na figura). Por sua vez, o "trail" é a medida entre a projeção do eixo da caixa de direção sobre o solo e o eixo da roda dianteira.


Falando da maneira mais simplista possível, o emprego das rodas de 29 polegadas resulta entre 10 e 11mm a mais de "trail" em comparação com as rodas de 26 polegadas, um valor maior de "trail" significa uma bike de direção mais lenta. Para neutralizar esse problema nas 29ers, a partir de 2008 os projetistas de garfos aumentaram o "offset" usualmente empregado, adotando como padrão valores entre 42 e 46mm, em oposição aos antigos 38mm. Algunas fábricas, como a Felt e a Niner, já adotavam um ângulo de caixa de diração mais elevado, na casa dos 72 graus, o que também torna mais rápidas de respostas as bicicletas dessas marcas.

Voltando ao produto da Niner, O peso que é de apenas 580 gramas com a espiga já cerrada em 190mm, chega a ser 1/3 menor que o de uma suspensão top de linha, como a Reba da Rock Shox. É importante notar que no mercado não existe hoje uma relação peso X custo X benefício tão efetiva quanto a deste garfo de carbono da fábrica californiana. Muitas vezes no processo que envolve o "emagrecimento" de uma bike, o aficionado gasta centenas de Reais (ou Dólares) em equipamentos nos quais irá ganhar, ou melhor, perder apenas algumas DEZENAS de gramas, nada comparado às muitas CENTENAS de gramas que este produto pode suprimir do conjunto como um todo. A peça foi dimensionada para suportar bikers com peso máximo em torno dos 108Kg, é exclusiva para freios à disco com suporte post mount e rotores de 160mm.


A montagem não foi das mais complicadas, seguindo rigidamente as instruções, usando inclusive a pasta da contato fornecida pela Niner que permite tensionar menos os parafusos da mesa, evitando danos à espiga.

O P29BR rodou recentemente com outros tipos mais tradicionais de garfos de carbono. Todos casaram bem com as 29ers testadas, entretanto apesar de uma boa capacidade de absorção de impactos, não era difícil de se perceber alguma incidência de flexão sobre as canelas nas freadas mais fortes, o que causou até um pouco de receio nos bikers mais pesados que experimentaram tal equipamento.


Com a concorrência servindo como parâmetro, começei a pedalar com o Niner. Dias e quilômetros depois, posso definir em uma palavra a experiência: inigualável!

O vídeo de Chris Sugai (http://projeto29brasil.blogspot.com/2009/08/p29br-torture-test-garfo-de-carbono.html), um dos fundadores da Niner, já havia adiantado o fato, mas é de se enfatizar que o produto apresenta uma rigidez incrível, nenhuma flexão é sentida e mesmo nas condições mais extremas a direção é das mais precisas. Como a peça é definitivamente rígida, se faz inevitável uma pergunta: Tamanha rigidez resultaria então em uma dose de desconforto para o biker? Surpreendentemente, a resposta é não. Exatamente aí é onde fica evidente toda a expertise de uma bike house de vanguarda como a Niner, que testa exaustivamente seus produtos e foi capaz de produzir um garfo que absorve bastante bem as irregularidades em geral, sem que isso seja transferido para os braços do piloto a título de fadiga muscular.


Além da excelência construtiva, uma conjunção de fatores faz com que o garfo de carbono Niner brilhe em grande parte dos terrenos. As rodas de 29 polegadas por si só já proporcionam uma dose maior de absorção em comparação com o aro 26, pode-se ainda potencializar esse comportamento eliminando-se as câmaras de ar e convertendo os pneus para tubeless através do kit Stan's NoTubes ou mesmo do, mais barato, kit Joe's NoFlats (já usei com sucesso os dois). A equação garfo Niner + aro 29 + pneu sem câmara produz uma bike com desempenho invejável em se tratando de hardtail.

O garfo Niner permite ao biker atacar decisivamente nas subidas, com excelentes resultados em combinação com um guidão mais largo, a impressão é de que não há energia perdida e que toda ela é integralmente transferida para as rodas. Aqueles que curtem uma simples e boa Singlespeed e precisam pedalar de pé por mais tempo, serão também tremendamente beneficiados pelo produto. A boa vantagem conseguida subindo, dificilmente se perderá nas descidas. Montanha abaixo, na pior das hipóteses, consegue-se andar o mesmo que com qualquer outra boa bike de XC, com o agravante de que as 29ers conservam melhor o momento de inércia e costumam chegar antes lá embaixo.

O biker mais afoito pode então concluir que não necessitará mais de uma suspensão, o que não é verdade.


No estradão, uma 29er de qualidade equipada com este garfo de carbono consegue de fato uma considerável vantagem. Em trechos onde predominam os singletracks há que se escolher entre a direção precisa oferecida pela peça da Niner ou a maior capacidade de minimizar os obstáculos conseguida através do uso de uma suspensão normal. Agora, em se falando do que os americanos chamam de Backcountry Exploration, aquelas voltas mais longas, onde não se conhece o terreno e o mesmo pode ser dos mais variados, vá definitivamente de garfo suspendido, pensando bem, nesse caso uma full-suspension seria mais apropriada...de preferência uma com Rodas Grandes.

Quando testo algum produto para o P29BR, procuro agir de maneira imparcial, destacando os pontos positivos e apontando sempre os negativos, quando existem, entretanto no caso deste teste foi impossível encontrar seguir essa linha, não há absolutamente qualquer falta a se registrar.

O Niner Carbon Fork é uma obra de arte de engenharia que maximiza o desempenho de qualquer 29er, tem uma aparência fantástica que valoriza a bicicleta, um imbatível baixo peso e, para completar, ainda funciona muito bem. Como já escrevi antes, considero este o "Produto do Ano" em se tratando de aro 29. Recebi a confirmação de que no máximo até meados de dezembro o garfo estará sendo comercializado no Brasil com um custo estimado de 1.200 Reais.

Keep 29eriding!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens Recentes no P29BR