Procure nos arquivos do P29BR

terça-feira, 6 de setembro de 2011

P29BR 29ER TEST BIKE X-RAY / Niner Air 9

Sabia como montar a sua própria 29er.


Diariamente recebo algumas dezenas de e-mails de blog-leitores pedindo dicas e indicações de componentes para a montagem de suas 29ers. Nada melhor do que utilizar como exemplo a própria bike de testes do P29BR, uma Niner Air 9, para justificar a escolha de alguns componentes e demonstrar na prática os conceitos que envolvem a montagem criteriosa de uma mountain bike aro 29.

Quando finalmente coloquei as mãos no aguardado quadro oferecido ao P29BR pelo representante Niner para o Brasil, tomei como premissa configurar uma 29er leve e eficiente para o XC, ainda que mantendo os custos sob controle, ou seja, escolhendo componentes que respeitassem a melhor relação custo X benefício X peso possível, uma tarefa que está longe de ser simples. Como costuma dizer o mestre Keith Bontrager: leveza, baixo custo e durabilidade são variáveis que andam apenas em pares no mundo do Mountain Biking. Um equipamento leve e durável quase nunca custa barato, um componente acessível e durável dificilmente pesa pouco, por fim uma peça leve e de baixo custo costuma durar pouco.

A seguir a relação de componentes da bike de testes do P29BR e as razões para a escolha de cada um deles:

Quadro Niner Air 9 ano 2011, tamanho M
Um quadro leve, com uma geometria extremamente bem desenvolvida pela fábrica que só produz 29ers. A relação entre rigidez e absorção é das melhores em se tratando de um quadro construído em liga de Scandium. Uma hardtail top feita para competir. Com maior investimento em peças é possível chegar sem muito esforço à casa dos 9 Kg para a bike completa.


Suspensão Cannondale Lefty 29er Carbon DLR SL
A Lefty é mesmo uma suspensão única, com 80mm de curso, contando apenas com a bengala esquerda e um eixo cônico superdimensionado, apesar de não parecer, é muito mais rígida e precisa na direção em comparação a uma suspensão normal com eixo de 9mm. O peso listado pela Cannondale para este modelo está na casa de incríveis 1.300 gramas, mas não leva em conta o peso do tubo de direção, que agrega mais algumas gramas ao conjunto. A pergunta que não quer calar para aqueles que tomam contato com a bike pela primeira vez, diz respeito à compatibilidade da Lefty com quadros não-Cannondale. No mercado existem pelo menos dois kits que permitem a instalação da Lefty em qualquer quadro, um deles é vendido pela Project 321 e o outro, usado por mim, é o Lefty for All oferecido da própria Cannondale, com este último, inclusive, acompanha uma caixa de direção Tange customizada. Como a fábrica costuma pregar: "Forks are for eating, Lefty is for racing".


Pneus Specialized S-Works, na dianteira o The Captain 29x2.10 e na traseira o Renegade 29x1.95
No momento, o Renegade é um dos mais rápidos e competentes pneus desenvolvidos para o XC Competitivo, apresenta um volume considerável e baixa resistência à rolagem, sem contar a leveza, pesando em torno de 500 gramas na versão S-works. Poderia usá-los tanto na traseira quanto na dianteira, entretanto na frente preferi um modelo com cravos maiores que me permitissem ousar nas curvas sem perder desempenho nas retas. Uma dica para aqueles que curtem provas de maratona, recomendo a esses bikers o Renagade em sua versão Control na traseira, poucas gramas mais pesado e com as paredes reforçadas, é mais confiável para o uso em longas distâncias. Os pneus da Niner do P29BR estão logicamente convertidos para tubeless e são calibrados com pressões entre 25 e 30 psi, dependendo das condições e tipos de terreno.


Rodas montadas com aros NoTubes e raios DT Revolution
Sempre que alguém me pede uma indicação de aros, recomendo os produtos da americana NoTubes, para mim os melhores do mercado. Os aros NoTubes ZTR de primeira geração carregavam a reputação de uma certa fragilidade, as coisas mudaram e os atuais se mostram excelentes no quesito resistência. Além disso, os aros NoTubes permitem, com o auxílio do selante de mesma marca, a conversão dos seus pneus para tubeless de uma maneira simples e eficiente. Além dos benefícios mais óbvios de se rodar sem câmaras, como melhor poder de absorção, maior capacidade de rolagem e praticamente o fim dos seus problemas com furos, a conversão para tubeless aumenta ainda o chamado footprint do pneu, que depois de montado e inflado ganha um ou dois milímetros extras na largura de sua banda de rodagem. Para a dianteira escolhi o aro NoTubes ZTR Crest, mais leve, com 380 gramas. Já para a traseira a opção foi o NoTubes ZTR Arch, mais reforçado e ainda assim com um peso interessante, na casa de 470 gramas. Os raios trefilados DT Revolution 2.0/1.5/2.0 estão entre os mais leves da marca e segundo meu mecânico especialista em rodas, são fortes o suficiente para garantir uma montagem segura com o aro 29 polegadas. O Cubo dianteiro é um Cannondale SL de 32 furos e o traseiro um levíssimo American Classic Disc também de 32 furos.


Freios Avid Elixir R
Com um bom peso, estão entre os de mais fácil regulagem. Apresentam uma ótima modulação e capacidade de frenagem, mesmo que montados com discos de 160mm na dianteira e 140mm na traseira, como neste caso. A idéia por trás da escolha dos rotores menores foi a de ganhar algumas gramas sem comprometer demais o desempenho, lembrando que o setup foi pensado primordialmente para o XC.

Guidão Trigon HB106UL
Com um acabamento conhecido como UD (Uni Directional), este guidão riser em carbono da Trigon, em particular, não sofre com as minhas constantes mudanças de mesa, trocadores e freios. Com quase um ano de uso parece ainda praticamente novo. Entre os mais confortáveis do mercado, considero ótimo em termos de dimensões e angulação, além de pesar apenas 135 gramas. A essência em bem conduzir uma 29er pede que o piloto adote um estilo que lhe permita conservar e aproveitar ao máximo o movimento da bike, chamado de "momento", por isso, algumas situações pedem uma condução mais agressiva para não desperdiçar esse "momento", nesses casos em que o ciclista precisa pedalar de pé com veemência, um guidão largo oferece uma alavanca maior e faz toda a diferença sobre seu desempenho final. Muitos dos blog-leitores que não se acostumam com o padrão de guidões mais largos entre 685 e 710mm, podem se beneficiar do Trigon HB106UL com seus 660m de largura, o suficiente para permitir um pedalada eficiente a bordo de sua 29er. Existe uma tendência de uso de guidões retos nas 29ers visando manter o piloto na posição mais baixa possível, pessoalmente prefiro os guidões riser que posicionam o ciclista sobre a bike de forma mais natural.

Mesa Trigon HSA-01
Leve e bem construída, custa menos que os concorrentes de mesmo nível e peso similar, na casa de 100 gramas. Montada aqui com angulação negativa para compensar a altura adicional no tubo de direção em consequência do uso da Lefty.

Manoplas Ergon GS1
A Ergon é outra daquelas marcas que, como a NoTubes, é presença constante nas bikes do P29BR. A interface entre as mãos do ciclista e o guidão deve, antes de tudo, se mostrar confortável, principalmente em pedaladas mais longas, além de eficiente nos trechos técnicos, exatamente o que oferece a Ergon com suas manoplas de desenho ergonômico.



Pedivela duplo FSA Comet 39/27 com movimento central FSA Megaexo
Daqueles componentes que apresentam uma interessante relação entre peso e preço, O FSA Comet é um dos mais acessíveis pedivelas de duas coroas disponíveis no mercado internacional. Ainda não posso falar muito a respeito de durabilidade, visto que o pedivela do P29BR está sendo utilizado há apenas 6 meses. Como a bike foi montada preferencialmente para o XC, as duas coroas vem se mostrando eficientes na grande maioria das situações de corrida, me permitindo usar integralmente todas as marchas disponíveis na bike, além de tornar as trocas muito mais intuitivas. Se enganam aqueles que acham que "falta" marcha alta nesta configuração, muito pelo contrário, a única dificuldade está de fato nas subidas muito inclinadas e longas, onde a coroa menor de 27 dentes torna as coisas um pouco mais dificeis para o piloto, mas nada que treinamento e uma boa condição física não possam compensar. Em especial para esta bike escolhi um pedivela com braços de 170mm,a idéia era aproveitar o fato da relação nas 29ers ser naturalmente mais pesada (por conta do maior diâmetro das rodas) e poder rodar mais, ou seja, mais tempo sentado pedalando numa cadência maior. De qualquer forma, quando preciso pedalar de pé, sinto um pouco de falta de um pedivela mais longo, talvez um 172.5mm fosse a conta certa.


Pedais Crank Brothers Candy 1
A estrutura dos novos pedais Candy 1 é construída integralmente em material plástico composto, o que o torna mais leve que os irmãos mais caros (2, 3, 11) da mesma linha. Pesa apenas 262 gramas o par, mesmo utilizando eixos em Cromoly. Apesar de ser o mais barato entre os pedais Crank Brothers Candy e ao contrário do que ocorre com outros modelos acessíveis da marca, para este está disponível um Rebuild Kit que permite a troca dos rolamentos quando necessário e aumenta a vida útil do produto. Em termos de desempenho, é insuperável na lama e a plataforma plástica oferece um bom suporte adicional para os pés, facilitando o montar e desmontar do ciclista.


Corrente KMC x9
Há algum tempo prefiro as correntes KMC em qualquer que seja a montagem, Shimano, SRAM ou mista como esta da Air 9 do P29BR. Trata-se de um daqueles poucos produtos que conseguem aliar confiabilidade, um bom peso e um preço interessante.

Trocadores Shimano XTR M-970 de 9 velocidades
A capacidade de descer várias marchas com um único movimento na alavanca do trocador traseiro, presente antes apenas nos XTR, faz deste um componente insuperável em se tratando de situações de competição. Pensando bem, o trocador XTR só foi superado pelas versões mais novas dele mesmo. A boa notícia é que as novíssimas alavancas de mudança Deore XT ano 2012 finalmente contam com a mesma e bem vinda funcionalidade, batizada pela fábrica de Multi Release.


Câmbio traseiro Shimano Deore XT Shadow
Meu modelo de câmbio predileto. É um "tanque de guerra" que enfrenta qualquer batalha, imbatível na durabilidade. Aliado aos trocadores Shimano XTR e cabos teflonados Jagwire, apresenta um desempenho superior nas suas sempre precisas trocas.


Câmbio dianteiro SRAM X7 Dual-pull 2x10
Quando montei esta Niner no início do ano, a Shimano oferecia apenas o ótimo, mas caro, câmbio dianteiro XTR compatível com seus novos pedivelas de dupla coroa, sendo assim, optei por utilizar omais acessível SRAM X-7, exclusivo para relações de 20 velocidades (18 no meu caso). É quase tão leve quanto os "parentes" mais caros da família X e funciona também de maneira bastante precisa. Não apresentou qualquer incompatibilidade em relação à minha transmissão multi-marcas.


Cassette Shimano HG-61 12/36 de 9 velocidades
O cassette HG-61 da Shimano foi no mercado o primeiro modelo acessível a contar com um pinhão maior de 36 dentes, o que rapidamente vez dele um clássico entre os iniciados no Universo 29er. O HG-61 12/36 pesa 425 gramas, algo em torno de 60 gramas a mais que um cassette 11-34 de mesmo nível. Por mais que os fanáticos por peso reclamem, este é um daqueles produtos que valem cada grama a mais, principalmente quando montado numa 29er. Já seu bolso, agradece pelos muitos Reais economizados.


Suporte de caramanhola Trigon + suporte magnético Vincero Design
Depois de experimentar a segurança oferecida por esta montagem (http://www.29er.com.br/2011/01/p29br-29er-cases-deixe-de-perder-suas.html) que alia o engenhoso suporte magnético da Vincero Design e o superleve suporte de carbono Trigon, fiquei convencido que não há nada melhor no gênero para se usar numa bicicleta de competição. As caramanholas da Vincero são ótimas, tem válvulas eficientes, são construídas com plástico especial que não deixa gosto na água e se mostraram virtualmente livres de situações de ejeção acidental, além disso agora está disponível também um modelo de menor capacidade, ideal para o espaço do seat tube.

Selim Fizik Aliante XM
Costumo brincar com meu amigo Claudio Plentz que vivo eternamente "Em busca do selim perfeito". Procuro identificar aquele que me permita pedalar muitas horas e que ainda assim consiga passar incógnito, sem ser lembrado à medida que os quilômetros vão se acumulando. Hoje o Fizik Aiante é o que existe de mais próximo disso, entretaanto ainda falta um pouco para chegar lá. Tem um visual interessante, o meu é verde, e bem construído sem ser pesado. De todas as formas, a busca continua.


Canote Trigon SP-110
Antes de mais nada, bonito. Este canote de carbono Trigon oferece um sistema de regulagem de angulação do selim bastante preciso e além de tudo é consideravelmente leve.

 
Cabos teflonados e coonduítes Jagwire verdes
Um produto barato que além de personalizar sua bike, agrega ainda desempenho à transmissão. Recomendo.


Peso total da bike: 10.2 Kg (sem os pedais)
Valor total estimado da bike: R$ 9.500


Espero, com este post, ter ajudado você, blog-leitor, a entender melhor os conceitos envolvidos na escolha dos componentes para a sua 29er.

Keep 29eriding!

59 comentários:

  1. Olá Adil, estou pensando em colocar uma left na minha bike, mas eu já ouvi falar que ela não é compativel com algumas caixas de direção, pois ela pode "arranca-lás".
    O quadro que vou utilizar é o Specialized Carve. Será que da certo essa combinação ou vou de Reba mesmo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você está se referindo ao garfo ou ao quadro?

      Excluir
  2. Adil,a bike ficou muito interessante com esses componentes,é uma ótima opção para quem quer iniciar no mundo 29 er com qualidade e sem arrombar o bolso.

    ResponderExcluir
  3. Olá Adil, estou em dúvidas com uma bom par de aros. Vi o modelo que você usa na sua niner, o NO TUBES, e também venho acompanhando os arso VZAN que utilizou em sua ciclo-viagem para Compostela. Estou mais inclinado para a marca brasileira, por vários motivos...Peço sua opinião a respeito de minha dúvida. Até mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se vc quiser uma boa opção de rodas, fique com a VZAN CSS, de nível internacional, baixo custo/benefício, silenciosa e com rolamentos excepcionais.

      Excluir
  4. Adil, muito boa essa configuração que vc esta usando atualmente. Confesso que ja sonhei com o Air 9 na cor Branca, mas com a vinda do novo E.M.D e num bate papo com noss representante local parece que o sonho de ter uma Niner, ficou mais "acessivel', digamos assim.

    O melhor investimento que fiz na minha 29 foi o tal k7 12-36. como ajuda, essa peça.
    Como você postou a "2 anos atrás"(olha quanto tempo ja acompanho isso tudo...rs), vale cada uma das 150 gramas a mais que ele tem em relação ao 11-34 Shimano XT.(Lembro que isso gerou um debate rs rs)

    Uma duvida recorrente em foruns é o cubo para esse k7. Tem que ser mesmo um modelo especifico? Estou usando um cubo "barato" e até agora não tive surpresa subindo morro com relação 32-36.

    O pneu Renegade 1.9 é um sonho de consumo pra mim.
    Penso em um medio prazo investir em um destes e comprar uma roda Vzan montada e converter pra No Tubes.

    A curto prazo quero experimentar os garfos rígidos mob, salsa, niner em cro-mo ou que tiver no meu alcance. A idéia e fazer a prova do Marcio May em novembro. Dai vou "buscar inspiração na sua Mob touring ou na Saga Randonneur... he he.

    Parabens pela configuração.

    ResponderExcluir
  5. Olá Anônimo,

    Fico impressionado com algumas coisas que o pessoal espalha por aí. Só posso te dizer que nunca vi e nem ouvi falar disso.

    Se a Lefty for instalada corretamente, não existe absolutamente contra-indicações, por isso não vejoo razão para você optar por outra.

    Os testes de produtos no P29BR não são patrocinados e dependem diretamente do meu esforço próprio para conseguir novas peças. Por isso, caso tenha interesse em adquirir algum dos componentes da 29er de testes do P29BR, como essa Lefty, me mande um e-mail. Depois de testados, a maioria desses componentes é vendida visando arrecadar fundos para a viabilização de novos testes com outros produtos.

    Abs,

    Adil

    ResponderExcluir
  6. Olá Ricardo,

    Obrigado por acompanhar o P29BR!

    Abs,

    Adil

    ResponderExcluir
  7. Olá Maxwel,

    São dois cenários:

    1 - Caso eu fosse comprar aros para montar uma boa roda, se possível escolheria os NoTubes. Os aros VZAN são muito fortes, mas pesam um pouco mais.

    2 - Por outro lado, se fosse partir para uma roda completa a VZAN seria uma ótima opção, é, para mim, um produto de extrema qualidade e tem um potencial de melhora incrível como demonstrei no post do tuning de rodas.

    Espero ter ajudado na sua escolha.

    Abs,

    Adil

    ResponderExcluir
  8. Olá Luiz,

    Ter uma Niner é uma experiência especial para aqueles que curtem as 29ers. Espero que alcance a sua em breve.

    Esse negócio de cubo especial para o cassette 12-36 na prática não se aplica. Já usei o meu cassette com vários, American Classic, VZAN e mesmo o SHimano M475 mais simples. NUnca tive qualquer falha ou problema, por isso desconsidero essa recomendação.

    A roda VZAN vai muito bem com pneus convertidos para o tubeless.

    Uso a Saga com garfo rígido e pneus finos na estrada. Vai muito bem e, na minha opinião, é a mais confortável opção para esse tipo de prova que você pretende participar.

    Abs,

    Adil

    ResponderExcluir
  9. Fala Adil!!!

    Vim relatar a experiencia incrivel de ver uma 29er... matei a curiosidade!!!

    Era uma GaryFisher Paragon tam 19", com Sram X-9 e Deore XT, e amortecedor Fox, freios Avid Elixir... uma bike usada bem top linha.

    Achei incrivel o peso, muito leve apesar dos componentes de aluminio da Bontrager(aros,canote,mesa,guidon...) que são top, né?

    Esse contato com uma Bike 29er ao vivo reforçou meu desejo de comprar ou montar uma pra mim!!!

    Tudo nessa GaryFisher é bastante top e eficiente, mas o valor que me mantem longe dessa "Joia". Uma Pena!!!

    Viva as 29er!!!!

    ResponderExcluir
  10. Mto bom o post, bem completo.

    Apenas achei que ficou faltando a "conclusão" do post com a informção de peso total e valor investido.

    ResponderExcluir
  11. Ô Adil, quero fazer um test ride com essa aí, hein?

    Abs

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Qual é o valor de venda desta Lefty e ela seria compativel com uma scale de aluminio? Muito bom o blog

    ResponderExcluir
  14. Adil,
    Sou Rogério,de Piracicaba,e acompanho seu blog desde o ano passado quando resolvi comprar uma 29er. Agora estou com 1000 rodado na minha "cavalona" ( Spec Rockhopper Int. Comp). Neste final de semana senti pela primeira vez que não previsava do terceiro volante, acho que estou aprendendo a girar mais com a ela.
    Não sabia da existencia de um cassete 12/36
    Muito Obrigado por todas as dicas dadas.

    Rogeiro

    ResponderExcluir
  15. Olá Ale,

    Estão chegando nos próximos meses novas opções de 29ers no mercado com um preço mais acessível, ainda que não tão leves como essa GF que você tomou contato, mas ainda assim 29ers bem divertidas.

    Espero que você conquiste a sua em breve.

    Abs,

    Adil

    ResponderExcluir
  16. Olá Anônimo,

    Obrigado por acompanhar o P29BR.

    Preço e peso estão no final do post.

    Abs,

    Adil

    ResponderExcluir
  17. Fala Claudião,

    Quando quiser testar a Niner aqui em São Roue, é só me avisar.

    Abs,

    Adil

    ResponderExcluir
  18. Olá Lechat,

    A Lefty chega a valer até 3.000 Reais aqui no Brasil. Com o kit adaptador Lefty for All, é compatível com qualquer quadro não-Cannondale.

    Abs,

    Adil

    ResponderExcluir
  19. Olá Rogério,

    Eu é que agradeço por seguir o P29BR.

    Para mim é muito legal perceber os blog-leitores ganhando experiência com as 29ers e conseguindo perceber a melhor maneira de pedalar com as rodonas. O cassette 12-36 é um produto eficiente e barato. Quanto às 2 coroas, é uma tendência.

    Abs,

    Adil

    ResponderExcluir
  20. Olá, você ja tem um review do pneu Renegade, suas vantagens e principalmente a questão da durabilidade?

    Tiago Tofanetto

    ResponderExcluir
  21. Adil, parabens pelo BLOG, aproveitando o excelente custo/beneficio comprei uma TWO NINER a uns meses atras mesmo sabendo que o 18 seria grande pra mim. Posso colocar todas as peças dela num AIR 9 ou num EMD? Qual seria o tamanho do quadro ja que tenho 1.66 de altura e 0.78 de cavalo? FERNANDES

    ResponderExcluir
  22. olá Adil,

    Tive uma esperiencia hoje interessante o que me deu uma base aproximada o que será bem vinda pra mim uma aro 29. Pedalo as vezes com meus colegas que tem speed e nas decidas e nas baixadas nunca consigo acompanha-los e na trilha eles de tbm aro 26 e eu também ando até mais que eles. Ai veio a curiosida pedi a um deles para andar na bike dele. Fiquei impressionado depois que bike embala acabou andei sempre na frente. Falo com eles que vou comprar um 29 eles riem dizendo que vou arempeder pois sou baixinho. Eles vão ver quando deixa-los pra traz com minha 29. Realmente a roda maior mantem velocidade por muito mais tempo.

    ResponderExcluir
  23. Olá Tiago,

    Na verdade não fiz um teste "oficial" do Renegade, de qualquer forma posso adiantar que se trata de um ótimo pneu para o XC Competitivo, tem um grande volume e baixa resistência à rolagem. No caso da versão S-Works que eu uso, como se trata de um pneu feito para competições, a borracha é extremamente aderente, mas logicamente gasta mais, ainda assim, o meu já tem um boa quilometragem e ainda tem uma considerável vida útil.

    Abs,

    Adil

    ResponderExcluir
  24. Olá Fernandes,

    Obrigado por acompanhar e se informar com o P29BR.

    Sim, você pode tranquilamente "transportar" as peças da sua Two Niner para um desses dois modelos da Niner. Você precisará de um quadro Niner tamanho Small.

    Abs,

    Adil

    ResponderExcluir
  25. Olá Paulo,

    É isso mesmo, o potencial das 29ers e enorme, além disso, depois que você acostuma a tirar proveito dela aproveitando melhor o "embalo" gerado pelas rodonas.

    Se precisar de qualquer informção, escreva.

    Abs,

    Adil

    ResponderExcluir
  26. Olá, estou entrando neste mundo 29 também, comprei para iniciar uma Jamis exile 3.

    Patolino

    ResponderExcluir
  27. Olá Adil, acabei de fechar negócio com umm scale 29 comp 2012, minha primeira 29, a primeira mudança já na loja,troquei o pé de vela original dela por um deore integrado, a proxima será o cassete 12/36 9v, ele funciona bem com o conjunto dela, ou tenho que trocar mais alguma peça??obrigado,muito bom seu blog, grande abraço!!Rodrigo

    ResponderExcluir
  28. Olá Patolino,

    A Jamis já produz e desenvolve suas 29ers há algum tempo, por isso considero que você fez uma boa escolha.

    Abs,

    Adil

    ResponderExcluir
  29. Olá Rodrigo,

    O grafismo da sua nova Scott é lindo!

    Fez bem em trocar o pedivela. No caso do cassette, não há problemas, o 12-36 vai ficar ótimo na Comp 2012.

    Abs,

    Adil

    ResponderExcluir
  30. Olá Adil, hj ontem fiz o primeiro teste pra valer na scott comp, show de bola, como dizem depois que vc anda em uma 29, esqueça a 26, ñ tem como voltar, agora so falta fazer mesmo a troca do k7dela, mas do resto blz!!Agora uma dúvida, sei que vc deve ter respondido muito isso já, qto a limpeza,acumulou um pouco de barro na bike, principalmente no cambio dianteiro e pedivela, andei lendo em alguns sites se eu for fazer oque o pessoal recomenda tenho que mandar a bike pra revisão depois de cada trilha, como vc faz a limpeza, cada um fala uma coisa,uns ñ gostam de agua, outros usam detergente, querosene, gostaria de saber usa opinião!!obrigado!Rodrigo

    ResponderExcluir
  31. Olá Rodrigo,

    Em termos de limpeza, eu uso um pouco de água morna num balde com uma pequena quantidade de detergente, então com uma esponja macia retiro o barro.

    Abs,

    Adil

    ResponderExcluir
  32. Adil,

    Não sei se esse seria o canal mais adequado para fazer essa pergunta, mas vamos lá.

    Aonde se encontra quadros niner e qual outra marca venderia apenas o quadro?

    Abs e ótimo 2012

    ResponderExcluir
  33. Olá Fred,

    A Niner tem um representante oficial no Brasil. Ele não está distribuindo os quadros em lojas, mas você pode encomendar um diretamente através do e-mail contato@ninerbikes.com.br

    Entre as grandes marcas, a Specialized é outra que comercializa quadros e a Scott que vende seu quadro de carbono.

    O quadro objeto deste post está sendo vendido pelo P29BR, um Niner Air 9 ano 2011, se tiver interesse me envie um e-mail.

    Abs,

    Adil

    ResponderExcluir
  34. Adil,

    Esse quadro tem quanto de top tube? Um bikefit que fiz deu que o top tube ideal para mim seria um de 620mm, mas não sei como seria numa 29er. Eu tenho 1.80m.

    E tenho um pouco de trauma em relação a tamanho de quadro. Rsrs

    Abs

    ResponderExcluir
  35. Olá Fred,

    O top tube efetivo da Air 9 tamanho médio está entre 603 e 607mm, dependendo do curso do garfo que você usar.

    De acordo com a própria fábrica, o tamanho M é adequado para ciclistas com estatura entre 1,73m e 1,83m.

    Abs,

    Adil

    ResponderExcluir
  36. Adil,

    Como já sabe, estou muito interessado num quadro niner air 9. Logo, estou te enxendo de perguntas e pesquisando bastante sobre a marca.
    Nessas pesquisas me deparei com o seguinte comentário:
    "This would be a great frame is it was stronger. I cracked the frame above the seat-stays after less than 3 months of XC riding/racing. The frame broke this quickly and i only weight 130LBS. It seems that niner has lots of problems with frames breaking. On paper this bike is great, and in fact other than the slow steering(Compared to Specialized or Fishers), it rides great too, but in reality this frame is not up to the rigors of being a race bike. After breaking mine i talked to many people who i race with who have owned niners and they all said they have broken atleast one if not more of them. Not just the air 9 either, Jet 9, Rip 9, One 9(all aluminum or scandium models). I was greatly disappointed in the bike and would not recommend buying a niner untill they get there sh*t together with frame quality. I will say however that Niner has great customer service and stands behind there product %100 if something does go wrong."

    Bem, está em inglês, mas diz que o cara com menos de três meses de uso conseguiu trincar o quadro e que isso é reticente nessa marca, apesar de elogiar o atendimento da marca (garantia), etc.

    Agora vem a minha dúvida que deve ser de interesse de todos.

    A garantia concedida pelo representante brasileiro é igualmente boa? E existe esse problema, já foi solucionado?

    Abs

    ResponderExcluir
  37. Olá Fred,

    De fato, se você procurar na web, sempre irá encontrar histórias como essa. Na realidade um falha dessas num quadro tem que ser vista e analisada de uma maneira mais ampla, pois pode estar associada com a forma como o proprietário montou a bike e o uso que fez dela, por exemplo, se montou um garfo de longo curso num quadro de XC, ou se usou um quadro de XC para freeride. Ainda assim, não temos essa visão lendo o texto dessa pessoa.

    Por outro lado, dizer que as Niners não estão preparadas para o rigor do XC Competitivo é simplesmente ridículo, visto que os modelos da Niner são produzidos em uma das melhores fábricas do mundo, compartilhando a linha de produção com outras marcas americanas TOP.

    Das Niners vendidas até hoje no Brasil, somente uma SIR 9 ano 2009 apresentou um problema. O proprietário apertou o parafuso do central excêntrico além do torque recomendado e danificou o quadro. Isso teoricamente é uma violação de garantia, mas o serviço da Niner é tão bom que mesmo assim o quadro foi trocado sem qualquer problema. Agora, dizer que existe um problema construtivo nas hardtails da Niner é inaceitável.

    Sugiro que você verifique na web a porcentagem de proprietários Niner satisfeitos com os quadros e então decida em que versão acreditar.

    Abs,

    Adil

    ResponderExcluir
  38. Adil,

    Concordo plenamente com tudo o que você disse quanto ao uso das bikes e possíveis problemas decorrentes do uso em desacordo com sua construção: downhill é downhill e assim vai. Mas eu não podia deixar de compartilhar a informação e buscar mais detalhes.

    Aliás, parece que existe um programa (acho que supercamera) que fizeram um teste com o pessoal de freeride, dando uma bike básica. Pelo que me contaram as bicicletas simplesmente desmontaram.

    No que se refere aos comentários técnicos, obrigado pelos esclarecimentos.

    Quanto a existência de comentários de outros usuários, apesar desse citado dizer que existem vários, eu vi apenas duas reclamações (essa citada e mais uma), sendo que em ambos os casos a fábrica prestou total assistência.

    Um terceiro comentário criticando a marca mencionou apenas que os componentes dos modelos vendidos para ele não eram bons, logo ele não tinha condições de avaliar o quadro em si. O indivíduo narrou inclusive que a roda envergava quando passava em lugar com areia ou lama... que medo... rsrs

    Para finalizar, nunca acreditei que existia um problema construtivo, mas como existe um relato (dois) fazendo a mesma observação, achei interessante averiguar.

    Obrigado pela resposta tão rápida...
    Agora é decidir entre montar uma NINER ou comprar uma já montada.. ó dúvida..

    ResponderExcluir
  39. olá,Adil!
    parabéns pelo blog!
    cara tenho tanto para falar das 29er que nem sei por onde comecar.
    o que digo é que elas vem para engolir tudo,inclusive as 26er.
    minha pergunta é com relacão ao quadro de scandium niner air.você teve algum problema com o seu em relacão a trincas? já viu algum trincado ou quebrado?
    nos usa parece ser comum esses quadros quebrados e a niner atualmente retirou o scandium da linha de producão.
    o que tem achado da lefty? muito superior as rock shox e outras?
    estou indo para minha segunda niner.tenho andado com uma carbon M e peguei outra de scandium 2008 para treinos.vamos ver se dou sorte de não quabrar...
    tenho 1.80 cm e cavalo 83.me adaptei bem ao tamanho M da niner mas fico sempre bicando as outras marcas mas vejo que elas têm um toptube mais curto, o que ficaria,para mim,pequeno demais o quadro M e que exigiria um avanco/mesa muito longo.o que vc acha?
    um grande abraco e obrigado.
    Marcelo.

    ResponderExcluir
  40. Olá Adil, estou nos USA, visitando minha irma, e o preco de pecas e tds mais, da pra fica louco, tenho uma scott comp 29 2012, os unicos ups foram no pe di vela(deore)e o cassete 12-36,ja to precisando de pneus vou de schwalbe rocket ron mesmo, ou vc indicaria outro, mais umas coisa ainda nao rodo tubeless, to pensando em passar,as rodas minhas podem ser convertidas normalmente sao as ALEX?grande abraco Rodrigo

    ResponderExcluir
  41. Adil, muito bom o seu site. Parabéns. Adquiri uma Caloi 29er recentemente e pretendo trocar o cassete pelo 12-36. Fiquei na dúvida sobre a compatibilidade desse cassete com o cubo traseiro original, no caso o Shimano RM35. O que voce acha? Obrigado

    ResponderExcluir
  42. Oi Marcelo,

    Obrigado por deixar suas opiniões. Peço desculpas pela demora na resposta, mas não tinha recebido a notificação da sua postagem.

    A Niner retirou o Scandiun da linha não por problemas de confiabilidade, mas sim pelo fato de que com uma liga de alumínio a fábrica teria mais liberdade para ousar nos perfis utilizando o processo de Hydroforming.

    Gostei bastante da Lefty, também não em causou problemas. Minha única ressalva seria a maior dificuldade para transportar a bike nos racks de teto, pois normalmente existe a necessidade de um adaptador e o tempo para desmontar e montar a roda é maior.

    Se está acostumado com top tubes mais longos, certamente teria que compensar com uma mesa de maior comprimento, caso optasse pelo quadro M de outras marcas.

    Abs,

    Adil

    ResponderExcluir
  43. Olá Rodrigo,

    Os preços nos EUA são os melhores do planeta, por isso não deixe de aproveitar a viagem para dar um up na sua SCOTT.

    Os pneus Rocket Ron ainda são meus prediletos para uso geral com as 29ers. Você pode aproveitar para comprar também um kit de conversão NoTubes, vai funcionar com os aros Alex.

    Finalmente, eu não deixaria passar a oportunidade de adquirir uma boa suspensão para sua bike.

    Abs,

    Adil

    ResponderExcluir
  44. Olá Danton,

    Obrigado por participar do P29BR!

    Quando a Shimano lançou o cassette HG-61 12-36, a marca japonesa queria fazer os consumidores acreditarem que necessitariam de um cubo específico para ele, pois diziam que o torque gerado era maior.

    Desde 2009 venho usando esse cassette com inúmeras marcas e modelos de cubos que teoricamente não estariam preparados para o HG-61. Nunca tive qualquer problema ou falha, inclusive com o equipamento original da Caloi Two Niner.

    Pode comprar sem medo.

    Abs,

    Adil

    ResponderExcluir
  45. Valew pela rápida resposta Adil!Ate estava pensando na suspa,já que a minha é muito pesada e simples(suntour xc) gostaria de algumas sugestoes suas de marcas e modelos(pelo menos uns 3 modelos), umas com o custo nao tao alto(ja que to com a grana meio curta rs) e um funcionamento legal,ate pq nem participo de competicoes, so trilhas com os amigos mesmo,tenho mais uns dias por aqui, aguardo sua resposta!!grande abraco!Rodrigo

    ResponderExcluir
  46. Aproveitando a deixa Adl, pra fazer a conversao para tubeless,vou usar um pneu zero atrás, e na frente posso continuar com o usado, ele está em bom estado, da pra rodar mais uns kms, ou preciso colocar um pneu zero tbém?abraco Rodrigo!

    ResponderExcluir
  47. Olá Rodrigo,

    Nesse caso, pelo tipo de uso que você faz, a própria Proshock One 29er pode ser uma boa opção e você não precisaria trazer de fora.

    Sim, você pode usar o pneu usado para fazer a conversão, mas deve inspecionar antes se as laterais não estão gastas demais.

    Abs,

    Adil

    ResponderExcluir
  48. Adil
    Esse pedivela nessa configuração 39 27 é para nove velocidades, pois esse modelo só acho no 27 x40 ou 28 42, esse pedivela não seria 10 velocidades, só for 10 da certo com o conjunto de nove velocidades?

    Abs

    ResponderExcluir
  49. Olá Falcon,

    O pedivela de 10V FSA normalmente funciona se montado em uma bike com transmissão de 9V.

    Abs,

    Adil

    ResponderExcluir
  50. Prezado Adil, estou prestes a entrar no mundo 29er, e o seu blog está sendo muito útil pra mim. Estou numa dúvida tremenda e acho que vc poderia me ajudar...Já estou com um grupo XT, com pedivela duplos 38/26 e cassete 10v 11/36. Minha dúvida agora é: Qual quadro vc indicaria? Stumpjumper ou niner air 9? Ambos em alumínio e também em carbono. Agradeço bastante e parabéns pelo Blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Álamo,

      Obrigado por participar do P29BR e seja bem vindo ao Mundo 29er!

      Na verdade os dois quadros são excelentes, tenho uma preferência pessoal pela geometria da Niner, que considero a melhor entre todas, ainda assim, a Specialized é uma excelente escolha.

      Qualquer dúvida escreva.

      Abs,

      Adil

      Excluir
  51. Ola Adil

    Saberia me dizer se a suspensão Proshock one 29 er é uma otima escolha de suspensão para trilhas?
    Grato Ricardo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ricardo,

      A Proshock One tem um funcionamento satisfatório, entretanto pode sofrer com flexão, principalmente quando utilizada por um ciclista mais pesado. Minha sugestão a você é buscar uma suspensão intermediária com hastes de 32mm.

      Abs,

      Adil

      Excluir
  52. "No mercado existem pelo menos dois kits que permitem a instalação da Lefty em qualquer quadro, um deles é vendido pela Project 321 e o outro, usado por mim, é o Lefty for All oferecido da própria Cannondale, com este último, inclusive, acompanha uma caixa de direção Tange customizada. Como a fábrica costuma pregar: "Forks are for eating, Lefty is for racing"."

    Essa bicicleta pertence ao Adil Filoso? A CANNONDALE vende a suspensão e o kit LEFTY FOR ALL para qualquer um? E a roda dianteira, como conseguir esse cubo/hub? Há rodas avulsas para Lefty? Onde consigo elas? O avanço/stem é do tipo comum, de 1 e 1/8" para guidão/handlebar 31.8mm ou é um de 1 e 1/2" para guidão/handlebar de 31.8mm? Eu considero a LEFTY o melhor projeto de suspensão do mundo, pois seu conceito vem do trem de pouso de aeronaves, algo que reduz muito o peso. Comprarativamente à outras suspensões, quanto custou todo esse investimento ligado à LEFTY?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Pedro,

      Essa era a bike de testes do P29BR há algum tempo atrás. No exterior você consegue comprar uma Lefty avulsa sem dificuldades. O kit "Lefty for All" já é mais difícil de encontrar. O cubo especial para Lefty é vendido por várias marcas tradicionais, mas você também consegue rodas completas avulsas no mercado internacional. Se utilizar um kit de conversão com steerer de 1 1/8" como o mostrado neste teste, a mesa é a tradicional. O investimento no exterior seria da ordem de R$ 2.500.

      Abs,

      Adil

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens Recentes no P29BR